"Beleza, cultura, esporte, lazer, moda, negócios, e muito mais..."
Revista Destaque News
Instagram da Revista Destaque

Nova atualização do Plano São Paulo coloca a região de Presidente Prudente na fase laranja
Regras foram definidas, como a capacidade limitada de 40% de ocupação, o funcionamento máximo de estabelecimentos limitado a 8 horas por dia, a proibição de atendimento presencial em bares e a restrição de atendimento presencial até as 20h

Publicado em 08/01/2021
compartilhe esta notícia:

Nova

 O Governo do Estado de São Paulo anunciou no dia 08 de janeiro a nova atualização do Plano São Paulo.

A região de Presidente Prudente evoluiu para a fase laranja. Com essa nova atualização o funcionamento

de atividades econômicas fica menos restrito e os setores considerados “não essenciais” passam a ter permissão

para abrir, segundo protocolos sanitários.

São 45 municípios vinculados ao Departamento Regional de Saúde (DRS) DE Presidente Prudente.

O governo do Estado anunciou como ficam as novas regras de funcionamento das atividades na fase laranja:

 

·         Ampliação das atividades permitidas para todos os setores;

·         Capacidade limitada de 20% para 40% de ocupação para todos os setores;

·         Funcionamento máximo de estabelecimentos limitado de 4 para 8 horas por dia;

·         Parques estaduais abertos;

·         Proibição de atendimento presencial em bares; e

·         Restrição de atendimento presencial até as 20h em todos os estabelecimentos.

 

A próxima atualização do Plano São Paulo está prevista para o dia 5 de fevereiro.

 

 

Leitos hospitalares

 

No mesmo dia 08 de janeiro o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi anunciou a disponibilidade de novos leitos hospitalares para a região de Presidente Prudente.

Serão disponibilizados 20 novos leitos, sendo que 10 serão destinados ao Hospital Regional e os outros 10 para a Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente.

O secretário ainda informou que o Hospital do Câncer também vai receber novos leitos.

"Colocaremos mais 10 leitos de UTI [Unidade de Terapia Intensiva] e 80 leitos clínicos", disse.

Em Marília serão disponibilizados mais 12 leitos hospitalares, conforme informou o secretário.

"São 12 novos leitos, sendo seis na Regional de Assis e seis na Santa Casa de Garça", explicou Vinholi.

O secretário ainda pontuou que a ocupação de leitos de UTI é o que leva as regiões de Marília, Presidente Prudente e Sorocaba para a fase laranja.

 


Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo

<< voltar