"Beleza, cultura, esporte, lazer, moda, negócios, e muito mais..."
Revista Destaque News
Instagram da Revista Destaque

“Dom Casmurro” chega a 9 espaços de Prudente a partir desta terça
Apresentações são gratuitas

Publicado em 22/04/2019
compartilhe esta notícia:

“Dom

 Quem nunca ouviu falar na clássica história de Bentinho e Capitu, que basicamente gira em torno da suposta traição da esposa com o seu melhor amigo? Considerada a maior obra de Machado de Assis e uma das mais importantes da literatura brasileira, o drama realista “Dom Casmurro” pode ser conferido nos palcos, a partir desta terça-feira, em Presidente Prudente, com apresentações teatrais gratuitas em nove espaços da cidade. 

 

As encenações, realizadas pela Olho Nu Promoções e Eventos Ltda. e Cia Mênades & Sátiros, em parceria com o ProAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, integram o projeto “Teatro em Movimento – Circulação de Repertório”, que teve início em março e segue até setembro, com cinco espetáculos em cartaz.

Num jogo de razão e emoção, “Dom Casmurro” - com 55 minutos de duração - instiga o espectador à discussão, questionamento, reflexão, análise e crítica, aproximando-o da literatura e da linguagem teatral.

Na montagem, Bento Santiago (Dom Casmurro), interpretado pelo ator Thiago Cardoso, é um advogado abastado, viúvo solitário e cinquentão circunspecto, único sobrevivente de uma história de amor com final amargo. Julga-se traído pela esposa (Capitu) com o melhor amigo (Escobar), razão pela qual é um homem emocionalmente mutilado. Após vários anos da morte da esposa e do amigo, suposto amante, decide escrever a sua história para restaurar no presente o equilíbrio perdido no passado.

Conforme o coordenador do projeto e diretor das peças, Denílson Biguete, “Dom Casmurro” é um espetáculo que o público sempre volta pra ver e gosta de assistir, porque tem uma história muito bonita, criada há mais de um século e que até hoje está no inconsciente das pessoas.

“Esse triângulo amoroso da Capitu, do Bentinho e do Escobar, essa dúvida cruel que perpassa mais de um século, onde a grande pergunta que se faz é se Capitu traiu ou não traiu, não está na curiosidade de saber essa resposta, até porque essa resposta não existe nem no espetáculo e nem na obra literária. Mas sim o que permeia isso”, analisa. “Por que isso vem à tona? Quais são os dramas desse homem que são os meus dramas, que são os seus dramas? O que o perturba a ponto de não conseguir ser feliz? Passar pela vida não conseguindo ser inteiro. Isso que o espetáculo toca. Toca na humanidade, na nossa capacidade de incompreensão e de às vezes não conseguir amar por inteiro. E essas dúvidas que o texto traz, que o espetáculo traz, que a obra traz, esses medos, essas inseguranças, elas existem no ser humano por natureza. Nós somos feitos destas contradições. O personagem, esse homem casmurro que é o Bento Santiago, ele traz todas essas porções de dor, de angústia e de uma procura incessante pela felicidade”, acrescenta Biguete.


Programação


A primeira apresentação de “Dom Casmurro” ocorre nesta terça-feira, às 10h, na Escola Estadual Profª Celestina de Campos Toledo Teixeira, no distrito de Floresta do Sul. No dia 30, no mesmo horário, é a vez da Escola Estadual Hugo Miele receber a montagem.

A programação continua em maio, com encenações no dia 7, às 20h, na Praça da Juventude Francisco Vinha, do bairro Ana Jacinta; e no dia 14, também às 20h, no Espaço Garimparte.

Em junho, a peça será levada a três lugares: à biblioteca da Unesp (Universidade Estadual Paulista), no dia 4; na Praça Céu das Artes, no dia 11; e no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora das Graças, no distrito de Montalvão. Todas as apresentações serão realizadas às 20h.

Por fim, em setembro, o público pode conferir o espetáculo no dia 3, às 20h, no auditório da Uniesp-Fapepe (Faculdade de Presidente Prudente); e no dia 10, no mesmo horário, na Etec (Escola Técnica Estadual) Profº Dr. Antonio Eufrásio de Toledo.


O projeto


A primeira edição do projeto “Teatro em Movimento – Circulação de Repertório” foi lançada no dia 28 de março e segue até setembro, com apoio Torra, Andorinha, Andorinha Express e Governo de Presidente Prudente, através da Secult (Secretaria Municipal de Cultura).

Neste período, o público poderá conferir apresentações de cinco peças. Em abril, “A Noite das Mal Dormidas” chegou a nove espaços de Prudente. Além de “Dom Casmurro”, ainda vem pela frente: “Inventa-Desinventa”, “Angústia” e “O Canto do Cisne”.


Serviço


Os ingressos deverão ser retirados gratuitamente uma hora antes de cada apresentação. A agenda completa dos espetáculos pode ser conferida através do site www.grupomenadesesatiros.com.br


 


Fonte: M&M assessoria de imprensa

<< voltar