"Beleza, cultura, esporte, lazer, moda, negócios, e muito mais..."
Revista Destaque News
Instagram da Revista Destaque

Especialista alerta sobre crimes de internet e situação carcerária no Brasil
A região conta com 25 presídios

Publicado em 18/10/2018
compartilhe esta notícia:

Especialista

 A região de Presidente Prudente conta com 25 presídios, por isso, é uma necessidade cada vez maior debater sobre a criminologia. Pensando nisso, a OAB 29ª Subseção realizou na noite desta quarta-feira (17) no salão nobre da Toledo Prudente Centro Universitário, a conferência que tratou sobre as atualizações do tema, proferida pelo presidente da Comissão de Criminologia e Vitimologia da OAB/SP, Dr. Antônio Gonçalves.

A mesa de debate foi composta pelo presidente da Subseção, Dr. Rodrigo Lemos Arteiro, pelo coordenador regional de Direitos e Prerrogativas da 10ª região, Dr. Émerson Longhi, e pelos docentes Dra. Fernanda Madrid e Dr. Florestan do Prado.  

Em sua abordagem, Dr. Antonio focou especificamente na criminalidade cibernética, o mundo obscuro da deep web/ darkweb e o crime organizado relacionado à lei de Interceptação telefônica. Conforme, os reflexos da Vitimologia na Política Criminal, Segurança Pública e Sistema Processual Penal tangem no maior trabalho de inteligência, uso de agentes infiltrados, maior proximidade com técnicos especializados em Tecnologia da Informação e em deep web. “Ao mesmo tempo, cria-se um compromisso com o Ministério Público e com o Poder Judiciário a fim de autorizar as investigações, as interceptações telefônicas e digitais e os conflitos com os provedores como as redes sociais e seu serviço criptografado”, disse.

Também alertou a população para o cuidado ao acesso remoto. “O público leigo consegue ter acesso apenas a 3% do conteúdo digital da internet, mas programadores e criminosos com entendimento avançado em tecnologia e em informática conseguem extrair dados bancários e sigilosos dos usuários com o poder de um clique, portanto, a segurança também depende de cada um”, ressaltou. Dessa forma, algumas medidas básicas devem ser seguidas como não entrar em sites suspeitos, não conversar ou confirmar informações com desconhecidos e ficar atento a possíveis fraudes.

Segundo, o Brasil é o um dos cinco países com maior situação carcerária no mundo, onde nos últimos 10 anos aumentou cerca de 20% de sua capacidade e conta atualmente com 800 mil presos, sendo 54% em CDPs (Centro de Detenção Provisória). O docente Dr. Florestan do Prado salientou que no Brasil há uma carência no investimento contra a criminologia. “Avaliando a evolução do crime organizado das facções, percebo que um dos motivos desse fato é a falta investimento contra o crime, pois na prática, a criminologia cresceu por condescendência do Estado”, afirmou. “O Estado Democrático Brasileiro aplica as regras contra o crime na medida e proporção do que isso não lhe complica”, pontuou Dr. Antonio.

Deep web e Dark web

Apesar de parecido, o conceito de ambos é diferente. A deep web é uma parte da Internet que não é indexada por buscadores como o Google, o que significa que se você quiser acessar esses sites, deve ir diretamente a eles em vez de pesquisar.  A dark web é uma parte não indexada e restrita da deep web. Para acessa-la, é necessário um software e autenticação. É administrada por criminosos e possui um enorme mercado ilegal, como drogas, pornografia infantil, venda de órgãos humanos e tortura. 


Fonte: Francinara Nepomuceno - Assessora de imprensa

<< voltar