"Beleza, cultura, esporte, lazer, moda, negócios, e muito mais..."
Revista Destaque News
Instagram da Revista Destaque

CUIDADOS COM OS CÃES GERIÁTRICOS

Publicado em 18/06/2013
compartilhe esta matéria:

CUIDADOS

 Cães da terceira idade necessitam de atenção especial por parte de seus proprietários. No entanto, uma questão deve ser abordada: quando eles se tornam idosos? Para responder este questionamento, devemos levar em consideração que o processo de envelhecimento varia de acordo com a raça e o estilo de vida do animal. Sendo assim, podemos generalizar e dizer que cães de raças médias e pequenas são considerados idosos a partir de nove anos de idade, enquanto que cães de raças grandes e gigantes são geriátricos a partir de sete anos de idade. Com o passar dos anos, observa-se que a resposta imunológica destes cães e que o funcionamento dos órgãos não são tão eficientes quanto antes. Desta forma, os cães tornam-se mais susceptíveis a desenvolver infecções e doenças degenerativas. Entre as principais enfermidades desta faixa etária tem-se como destaque: problemas cardíacos, renais, hepáticos, endócrinos (tais como a diabete melito), articulares, oftálmicos e odontológicos. Vale destacar ainda a grande percentagem de cães obesos nesta idade, doença esta que predispõe o aparecimento de outras patologias. Um aspecto importante a destacar é que algumas destas doenças cursam silenciosamente, ou seja, o cão não apresenta qualquer sintoma. Assim, quando o proprietário nota alguma mudança física ou no comportamento do seu animal, o quadro clínico está, por muitas vezes, avançado e nós médicos veterinários, ficamos restritos quanto ao tratamento. Por isso, faz-se necessário o acompanhamento do cão enquanto este se apresenta sadio, a fim de evitar a instalação ou progressão de doenças. Alguns cuidados devem ser implantados na rotina de um cão idoso, estabelecendo uma rotina de exercícios, dieta adequada e ambiente favorável, por exemplo, com pisos não escorregadios. Além destes cuidados diários o cão deve ter acompanhamento veterinário trimestral. Neste, o  médico veterinário realizará o exame físico completo e exames laboratoriais, tais como: hemograma, função hepática, função renal, urinálise, raio-x, eletrocardiograma, entre outros. Estes cuidados permitem prevenir e até mesmo diagnosticar a doença precocemente, instituindo assim a terapia adequada. Isto certamente prolongará a vida do seu melhor amigo.

 

Fonte: Dr. Emerson Luiz Ribas –Diretor do Hospital Ve

GALERIA DE IMAGENS



<< voltar